Informo que mais 1560 técnico-administrativos obtiveram um reparo financeiro e perceberão novos vencimentos, a partir da folha de fevereiro. A medida tem como objetivo corrigir a progressão funcional, levando em consideração a data de admissão de cada um. A ação dá prosseguimento ao acordo firmado entre os gestores da Administração Central anterior com o Sintuperj, no fim do ano passado, e reiterado pelo atual Magnífico Reitor e ordenador de despesas da Universidade, professor Ricardo Lodi Ribeiro.

O critério estabelecido para ingresso em folha contemplou, inicialmente, 157 servidores que já reuniam condições para a aposentadoria; agora, obedece à ordem de matrícula. Até o momento, aproximadamente 3.000 foram implantados, incluindo aqueles recompensados na primeira etapa do processo e os 1560 da próxima folha. Conforme previsto, no último lote – a ser pago na folha de março – outros 1100 técnico-administrativos também farão jus à correção, com valores retroativos à data a que têm direito à progressão.

 

Claudia Rebello de Mello
Superintendente de Recursos Humanos